© 2019 by Camila Damasceno. Proudly created with Wix.com
 

O que a bolsa de valores de NY, a casa do Maradonna, os Alpes Suíços, uma balada em Berlim e a Floresta Amazônica têm em comum? 

Como a sua vida é afetada pela existência do narcotráfico na nossa sociedade? Você é usuário de drogas? Já foi? Conhece quem seja? Já se envolveu com o comércio de entorpecentes ou armas ou com o dinheiro que é movimentado nele?

 

Se respondeu “não” para as duas últimas perguntas, é provável que você esteja enganado.

 

Quais são as consequências do comércio, do consumo e das formas de combatê-los que afetam a vida até mesmo daqueles que pensam “não ter nada com isso”?   

Partindo do problema ecológico da proliferação de hipopótamos que assola a Colômbia, o presente projeto aborda a história real de Pepe – hipopótamo fugido da Hacienda Nápoles após a morte de Pablo Escobar - como metáfora para consequências do tráfico, da circulação de entorpecentes e armas e da guerra às drogas na vida de pessoas que imaginam não ter qualquer envolvimento com esse fluxo.

 

quem somos

Camila Damasceno é dramaturga do Núcleo Tumulto! de Investigação Cênica. Doutoranda em Artes da Cena pela Universidade Estadual de Campinas e mestra pela mesma instituição sob orientação de Matteo Bonfitto. Desenvolve pesquisa no campo da dramaturgia em diálogo com outras manifestações artísticas, especialmente com as artes visuais, e a filosofia. Dramaturga formada pela SP Escola de Teatro (2012) e jornalista graduada pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2008). Atua também como docente e arte-educadora.

O Núcleo Tumulto! deu seus primeiros passos em outubro de 2013, quando um grupo de aprendizes egressos da SP Escola de Teatro se reuniu  com o desejo de trabalhar junto. Os temas discutidos, desde os primeiros encontros, apontavam uma linha tênue por onde circular entre tabus e lendas urbanas, entre convicções políticas e visões de mundo diversas. Buscando as fricções e os deslocamentos temáticos e formais, o núcleo desenvolve pesquisa na criação de linguagem própria, sempre transitando entre narrativas reais e ficcionais. 

Mais informações sobre a trajetória do grupo, você encontra aqui

parceiros do projeto

Bibliotecas Públicas de Campinas

Instituto de Artes da Unicamp | PPG Artes da Cena

 

instalação multimídia

Museu da Imagem e do Som de Campinas

03 a 31 de AGOSTO

PRORROGADA ATÉ 07 DE SETEMBRO

de terça à sábado

10h às 18h

A Instalação "Projeto Pepe" faz parte das ações artísticas e de divulgação propostas no projeto de mesmo nome contemplado pelo Edital Proac de criação e publicação de texto de Dramaturgia no ano de 2018. 

Construída a partir do processo de criação da dramaturgia de "Pepe, o hipopótamo", será realizada no Museu da Imagem e do Som de Campinas. 

 

ciclo de leituras encenadas

Bibliotecas Municipais, CÉUs e MIS - Campinas

09 de AGOSTO | 14h30

Biblioteca Prof. Manoel Zink 

09 de AGOSTO | 18h

Museu da Imagem e do Som de Campinas

10 de AGOSTO | 11h

CÉU Florence

16 de AGOSTO | 14h30

Biblioteca Guilherme de Almeida 

17 de AGOSTO | 11h

CÉU Vila Esperança

 

oficina de

escrita performativa

MÓDULO 1 - Adolescentes

Escola Municipal Raul Pila

Rua Promisao, 230 - Jardim Flamboyant, Campinas

40 vagas  

MÓDULO 2 - Adultos

Biblioteca Pública Municipal Prof. Ernesto Manoel Zink   

Av. Benjamin Constant, 1633 - Centro, Campinas 

20 vagas   |   Inscrições aqui

Oficina de Escrita Performativa ministrada pela dramaturga Camila Damasceno. Serão realizadas práticas de escrita a partir da fricção entre realidades e ficções, notícias de jornal e lendas urbanas. Serão apresentados conceitos importantes para a ideia de performatividade, partindo da produção dos próprios participantes durante os encontros. Classificação 14 anos.

 

proac dramaturgia

"Pepe, o hipopótamo" é um dos projetos contemplados pelo edital PROAC de criação e publicação literária - texto de dramaturgia no ano de 2018. 

Em sua execução, estão previstas ações que incluem publicação e lançamento do texto, ciclo de leituras em bibliotecas, oficina prática de dramaturgia e instalação multimídia. 

O projeto destina-se ao público jovem e adulto, morador da cidade de Campinas e região. A estratégia de realização de leituras em vários pontos da cidade e seus distritos, além da instalação multimídia “Processo Pepe”, busca atingir um público que não necessariamente tenha como costume frequentar salas de teatro. A ideia é também estreitar as relações entre produção textual dramatúrgica e criação em outras mídias e plataformas. 

 
Idealização
Apoio
Realização